Um homem foi condenado pela Justiça por exploração de jogos de azar e corrupção ativa, após tentar subornar policiais ao ser flagrado com máquinas caça-níqueis e outros itens de jogos de azar, em Campina Grande.

O homem foi condenado a 2 anos e 3 meses de reclusão em regime aberto e pagamento de 20 dias-multa. As penas foram substituídas por prestação de serviços à comunidade e prestação pecuniária no valor de um salário mínimo.

O crime aconteceu em fevereiro de 2019, quando o homem foi preso em flagrante por oferecer suborno após ter recebido voz de prisão ao ser encontrado, em seu apartamento em Campina Grande, com 11 máquinas caça-níqueis, oito monitores de computador, fichas de jogos de valores diversos, dois jogos de chaves das máquinas, além de uma quantia de quase R$ 10 mil.

Segundo os autos do processo, o homem teria dito a um policial “vamos conversar, todo o policial que vem aqui a gente conversa e ajeita” e “deixe seis mil reais e leve o resto”. A decisão cabe recurso.

Do G1 Paraíba