Vista aérea do centro de Pilõezinhos. Foto: Prefeitura Municipal de Pilõezinhos.

O meu telefone tocou na noite deste domingo (02). No visor apareceu o nome de Mônica, prefeita de Pilõezinhos. Percebi a voz chorosa da gestora que não segurava a emoção. E o choro de alegria tinha uma razão: “a conquista do asfalto das principais ruas da cidade”. Parece pouco para quem está de fora, mas para quem foi vítima de todas as apostas negativas, sustentadas por machismo e preconceito, é muita coisa. É Mônica entrando para a história com grandes feitos.

A emenda, no valor de 700 mil reais, é de autoria do deputado federal Gervásio Maia. E a visão é de Mônica.

Na cabeça de alguns, a prefeita poderia ser tudo, boneca – laranja – incompetente – fraca e etc, menos o que é hoje. É uma grata surpresa para todos.

Você pode até não votar, não apoiar, não concordar, mas é obrigado a ser honesto e, se for honesto, reconhecerá os avanços da gestão atual.

Eu que, como criança, corri nestas ruas calçadas de pedras irregulares, findarei a angústia de Rafael Filho – meu filho de 11 anos, que apontava para mim afirmando: “cidade que é cidade tem que ter asfalto”.

Louvado seja Deus por cada conquista!

Rafael San