O Papa Francisco ficou preso, neste domingo (1º), em um elevador no Vaticano por 25 minutos, informou a Reuters. Ele teve que ser ajudado por bombeiros.

Por causa do incidente, o pontífice acabou se atrasando em cerca de 10 minutos para o pronunciamento semanal na Praça de São Pedro.

“Tenho que pedir desculpas”, disse Francisco, sorridente, ao começar o pronunciamento dominical. Ele explicou que houve um problema de energia elétrica no Vaticano e que havia ficado preso no elevador.

“Uma salva de palmas para os bombeiros”, disse o Papa à multidão.

No sermão, ele também voltou a falar da Amazônia, que vem registrando queimadas recordes. Ele afirmou que a floresta está “seriamente ameaçada”.