Porta de vidro da entrada da reitoria da UFPB foi quebrada — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco
Porta de vidro da entrada da reitoria da UFPB foi quebrada — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

A reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), localizada no campus sede, em João Pessoa, foi depredada e teve os vidros das portas de entrada quebrados. O ambiente revirado foi percebido pelos seguranças da instituição ainda na noite da terça-feira (18), por volta das 21h.

As paredes e o chão do ambiente foram pichados, os vidros da porta de entrada foram quebrados e os canos dos bebedouros também foram danificados, deixando o local com algumas poças de água.

Além disso, pelo menos duas salas tiveram os móveis revirados, como a sala de assessoria a professores do interior do estado e a da ouvidoria. A entrada do auditório também foi quebrada.

Sala da ouvidoria também foi revirada na reitoria da UFPB, em João Pessoa — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco
Sala da ouvidoria também foi revirada na reitoria da UFPB, em João Pessoa — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

Segundo os vigilantes informaram à TV Cabo Branco, a situação aconteceu por volta das 21h, quando algumas pessoas saíram de um ato realizado contra a morte do universitário Clayton Tomaz de Souza, de 31 anos, que foi encontrado morto no dia 8 de fevereiro deste ano.

Ciro Caleb, um dos organizadores do ato, disse ao G1 que não há informações de quem teria feito a depredação e também não soube informar se os autores do vandalismo seriam pessoas envolvidas no ato. No entanto, ele informou que às 9h estará, com outras pessoas, presentes na reitoria para uma reunião extraordinária do Conselho Universitári (Consuni) sobre a morte do estudante.

Sala de assessoria aos professores do interior do estado da UFPB também teve os móveis revirados — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco
Sala de assessoria aos professores do interior do estado da UFPB também teve os móveis revirados — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

Com G1PB