Pernambuco sempre se orgulhou de sua grandiosidade. Em uma essência quase megalomaníaca, diz carregar a maior Avenida, o maior Carnaval, o maior São João e, agora, também o maior torcedor do mundo. A caminhada de 60 km de Marivaldo, que atravessa três cidades para assistir aos jogos do Sport, ganhou o planeta. Nesta quinta-feira, em evento online realizado em Zurique, na Suíça, o rubro-negro venceu o prêmio Fifa Fan Award 2020, destinado ao torcedor do ano.

A história de Marivaldo foi contada na reportagem de Elton de Castro, Marcelo Cabral, Emerson Paixão e Henrique Soares, exibida pelo Globo Esporte em setembro de 2019.

Morador da cidade de Pombos, no interior de Pernambuco, Marivaldo herdou do pai, Maurício Francisco da Silva, já falecido, a paixão pelo futebol e pelo Sport. Sem condições de arcar com o transporte, depois de perder o mercadinho do qual tirava o próprio sustento, ele decidiu passar a caminhar as 12 horas para assistir às partidas do Leão. O rubro-negro recebe o ingresso de outros torcedores no estádio, e sai com apenas dois pacotes de biscoito e uma garrafa de água.

Nesta quinta-feira, o torcedor leonino viveu momentos marcantes nas horas que antecederam a premiação. Após convite do clube rubro-negro, veio ao Recife para acompanhar o evento e vestiu terno preto e gravata vermelha, ao estilo “Sport Fino” batizado pelo escritor Ariano Suassuna. Mas principalmente porque recusa-se a vestir branco.

Esta é a segunda vez consecutiva que um torcedor brasileiro conquista o prêmio de fã do ano. Na temporada passada, a conquista ficou com Silvia Grecco, que leva o filho deficiente visual ao estádio e narra os jogos do Palmeiras para ele. A história foi contada em reportagem de Carol Andrade e Marco Aurelio Souza e exibida pelo Globo Esporte em setembro de 2018.

Da Redação ManchetePB
com Globo Esporte