Recém-nascidos foram vestidos de “matutinhos” e “matutinhas” para participarem de uma sessão de fotos para que as mães guardem de recordação as imagens do primeiro período junino – Foto: Divulgação/Polícia Militar da PB

O São João não passou em branco para os bebês que estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho. Os recém-nascidos foram vestidos de “matutinhos” e “matutinhas” para participarem de uma sessão de fotos, nesta quinta-feira (25), para que as mães guardem de recordação as imagens do primeiro período junino dos pequenos, que, mesmo sendo em meio à pandemia do novo coronavírus que impediu os festejos deste ano, mantêm acesos o brilho e o encanto da época mais tradicional da cultura nordestina.

As roupinhas características dos bebês foram produzidas em tecidos, com direito a chapéu de palha e tudo, como manda o figurino. O look junino encantou toda a equipe da UTI e emocionou as mães, que atualmente acompanham o tratamento dos filhos no hospital.

A gerente de enfermagem da UTI Neonatal do Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho, sargento Laura Georgiana, disse que a ideia de promover a sessão de fotos dos bebês vestidos com roupas juninas, faz parte de uma estratégia de acolhimentos das famílias. “O acolhimento dessas famílias é tão importante quanto o tratamento oferecido a seus filhos. As mães que presenciam a evolução dia a dia sabem que aqui não existe só a técnica e a ciência, mas existe o apoio, o carinho genuíno e a vontade de abraçar o sofrimento e a tristeza de cada família, assim como a alegria de comemorar cada melhora e cada alta. Um bebê que passa por uma Unidade de Cuidados Neonatal e vai para casa com a família é motivo de muita felicidade. E vivemos para proporcionar esse momento”, destacou.

A prática da UTI Neonatal do Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho, de vestir os recém-nascidos de acordo com a data comemorativa, começou no dia das crianças do ano passado, quando os bebês foram fantasiados de super-herói, simbolizando a força deles na batalha travada pela vida. O sucesso se repetiu no Natal, Carnaval, Páscoa e agora no São João, que além de celebrar a data, traz a esperança de que nos próximos anos tudo voltará a ser como antes.