O Brasil fechou o ano de 2015 com o fim de 22,9 milhões de linhas de celular, segundo informações divulgadas pela Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel) nesta sexta-feira (29).

Desde dezembro do ano passado já havia sido registrado queda recorde do setor, mas somente até outubro. Com os dados para todo o ano disponíveis, é possível agora ver com maior precisão o recuo histórico, nunca antes registrado.

Para as operadoras, os causadores da derrapada são a crise econômica e o “efeitoWhatsApp”, que faz clientes preferirem chats para se comunicar em vez de terem mais de uma conta em diferentes operadoras.