Mais de 220 estabelecimentos farmacêuticos na Paraíba aderiram à Campanha “Sinal vermelho contra a violência doméstica” que foi lançada no dia 10 de junho pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A iniciativa, que tem o apoio do Poder Judiciário estadual, objetiva incentivar denúncias de violência doméstica por meio de um símbolo: ao desenhar um “X” na mão e exibi-lo ao farmacêutico ou ao atendente da farmácia, a vítima poderá receber auxílio e acionar as autoridades.

A gestora da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJPB, juíza Graziela Queiroga, avaliou como muita positiva a adesão das farmácias na Paraíba à campanha de enfrentamento à violência doméstica. Para a magistrada, o engajamento do Sistema de Justiça, e, em especial, do Conselho Regional de Farmácia da PB, tem proporcionado que essas adesões aconteçam no Estado. Ela ressaltou o fato de que desde as grandes redes de farmácias e drogarias até os pequenos estabelecimentos localizadas no interior da Paraíba têm demonstrado o compromisso com a vida das mulheres que precisam de ajuda.

“O envolvimento da sociedade tem sido, também, um grande diferencial. Tenho dito que essa campanha, em meio a realidade que vivemos, tem despertado muito forte o sentimento de solidariedade. E, esse número expressivo de farmácias que já aderiram à ela em nosso Estado comprova isso”, enfatizou Graziela Queiroga.

Conforme a lista de adesões disponibilizada no site da AMB, das 224 farmácias que participam da campanha no Estado, a maioria está localizada em João Pessoa e Campina Grande. Participam, ainda, as cidades de Alhandra, Aparecida, Araçagi, Arara, Araruna, Aroeiras, Assunção, Bayeux, Bananeiras, Baraúnas, Barra de Santa Rosa, Belém, Cabedelo, Cajazeiras, Caldas Brandão, Camalaú, Casserengue, Catolé do Rocha, Conceição, Coremas, Cuité, Cuitegi, Damião, Esperança, Guarabira, Ingá, Itabaiana, Itapororoca, Jacaraú, Juarez Távora, Junco do Seridó, Juripiranga, Juru, Mamanguape, Mari, Mataraca, Montada, Monteiro, Patos, Paulista, Pedra Lavrada, Pedras de Fogo, Piancó, Pilões, Pocinhos, Poço de José de Moura, Pombal, Prata, Princesa Isabel, Rio Tinto, Santa Rita, Santana dos Garrotes, São Bento, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe, São João do Tigre, São José de Piranhas, São José dos Ramos, São Mamede, São Vicente do Seridó, Serra Branca, Sapé, Solânea, Sousa, Sumé, Tacima, Taperoá e Uiraúna.

A iniciativa ainda conta, no âmbito estadual, com apoio do Governo do Estado, da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (SEMDH), da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social e do Conselho de Farmácia.

Ao todo, já são 224 farmácias que aderiram a campanha na Paraíba. Os estabelecimentos farmacêuticos interessados em participar da campanha bastam entrar no site da Associação dos Magistrados Brasileiros, no endereço eletrônico: https://www.amb.com.br/sinalvermelho, e terão acesso a todas as informações necessárias.