No último sábado (16), o campeonato alemão foi a primeira grande liga a retornar o futebol após a paralisação pela pandemia do novo coranavírus. No Brasil, um retorno ainda parece distante, mas segue sendo discutido. Dependendo da curva de casos da doença, essa volta poderia acontecer no fim de junho, segundo o secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Walter Feldman, em entrevista à Reuters nesta terça-feira (19).

“Maio é o período mais dramático da doença e vamos ver as portas que vão se abrir em junho… o aprofundamento da crise, agora, significa que logo em seguida deve vir o abrandamento”, disse.

O dirigente ressaltou que o Campeonato Brasileiro pode ter todos os jogos com portões fechados e ser concluído apenas no começo de 2021. Ele ainda destacou que o retorno do Alemão trouxe esperança. “Parar foi necessário e voltar é possível. Esse é o grande aprendizado com o retorno do alemão… a Alemanha é uma ótima sinalização”, disse ele à Reuters.

Para o retorno, a CBF está desenvolvendo um protocolo final de saúde, que será recomendado aos clubes. Nele, estará inclusa, segundo Feldman, medidas como testes permanentes para a Covid-19, distanciamento social, medidas de higiene, transporte em veículos particulares dos atletas e jogos com portões fechados.

“Podemos ter sim só jogos com portões fechados… em países a epidemia vai e volta, tem novas ondas. Aglomerações mesmo só com vacina e controle absoluto”, afirmou Feldman.

O Campeonato Brasileiro deveria ter sido iniciado na primeira semana de maio. O futebol no país está parado desde meados de março, quando a adoção do isolamento social começou.