William Waack no Jornal da Globo da última quarta (11): telejornal terá formato mais analítico
William Waack no Jornal da Globo da última quarta (11): telejornal terá formato mais analítico

Em uma reunião com editores do Jornal da Globo, há duas semanas, William Waack revelou que foi o pivô da saída de Christiane Pelajo do telejornal, oficializada em 15 de outubro. Aos jornalistas, Waack afirmou que, para renovar contrato com a emissora, no meio do ano, teria exigido a mudança do formato do Jornal da Globo. E esse novo formato, mais analítico e com debates sobre política e economia, só permitiria um apresentador: ele.

Waack disse ainda no encontro que, caso a Globo não mudasse o formato do telejornal, ele iria “cuidar da vida”. Apesar de os dois apresentadores mal se olharem na cara um do outro, a versão de Waack não bem digerida pelos presentes na reunião, porque parece pouco provável um apresentador colocar a emissora contra a parede dessa forma.

Mas sua fala de que teria “peitado” a Globo foi confirmada por duas fontes, uma delas presente no encontro. Os jornalistas interpretaram que seria essa a versão da história que Waack gostaria de perpetuar. A Globo nega com veemência que Waack tenha pressionado a direção de jornalismo para permanecer no telejornar e tirar Pelajo. “Esta história é tão fantasiosa quanto absurda”, disse a emissora em nota.

O fato, enfim, é que há um mês Waack se tornou o único apresentador do Jornal da Globo. Em 14 de outubro, Christiane Pelajo foi convocada às pressas para uma reunião no Rio de Janeiro, como informou o jornalista Maurício Stycer. A jornalista não apresentou o Jornal da Globo daquela noite e nem chegou a se despedir dos telespectadores que a acompanharam durante dez anos.

No dia seguinte, Ali Kamel, diretor-geral de jornalismo da emissora, distribuiu comunicado informado que Pelajo não apresentaria mais o Jornal da Globo, a pedido da própria, que estaria infeliz com o horário tardio de trabalho. Na nota, Kamel anunciou mudanças no formato do telejornal, mas não antecipou quais.

Nas últimas semanas, Pelajo tem se dedicado à produção de uma série de reportagens para o Jornal da Globo. Ela já estava trabalhando no projeto antes de ser afastada da bancada do telejornal. Nas redes sociais, Pelajo tem demonstrado estar feliz _o que colegas da emissora confirmam. Ela tem postado fotos cuidando da beleza (redesenhou e pintou as sobrancelhas, por exemplo) e trabalhando (gravou em ônibus e metrô, fez entrevistas, viajou para Porto Alegre etc.).

Segundo a Globo, ela se dedicará a um novo projeto após a exibição da série de reportagens, no final deste mês. O novo projeto, no entanto, é mantido em sigilo. Especula-se que seu destino seja a GloboNews, onde se destacou antes de ser promovida a apresentadora do Jornal da Globo, juntamente com Waack, em 2005.

Falsidade
Após a publicação deste texto, a Globo enviou a seguinte nota, que pediu para ser publicada na íntegra:

“A vida profissional de jornalistas como William Waack, na Globo, são discutidas diretamente com o diretor de Jornalismo e Esportes, Ali Kamel. Ali atesta que tudo o que está na nota é falso, atenta contra a dignidade de William, que jamais fez tal exigência, e da Globo, que não a aceitaria, caso fosse feita. ‘William Waack é profissional completo e correto. Ele não somente não fez exigências como também nunca mentiria em reunião com colegas. Poucas vezes na vida fiquei tão indignado com uma nota como fiquei com esta: pela falsidade, pela desinformação, por atentar contra a dignidade de profissionais e por acreditar em absurdos e publicá-los’, afirma Ali”.

Do Notícias da TV