Lenildo Lisboa, durante ação social em Jacaraú

O jacarauense Lenildo Lisboa, de 34 anos, é filho de família tradicional e cresceu no município. Ex-militar do Exército Brasileiro, ele fez parte das ações humanitárias que ajudaram a reconstruir o Haiti, após o terremoto que devastou aquele país. O desastre ocorrido em 2010, causou a morte de 300 mil pessoas e deixou mais de 1,5 milhões desabrigadas. Nesse cenário de guerra, Lenildo viu muita tristeza. “Era morte e desalento em todos os cantos, era de partir o coração”, lembrou ele. De volta ao Brasil, ele trouxe na bagagem o desejo de permanecer protegendo e auxiliando os mais necessitados.

De família humilde, depois de deixar o Exército, a vida estava cada dia mais dura e ele decidiu tentar a sorte nos Estados Unidos. Começou trabalhando como jardineiro, cortando grama. Dias depois sofreu um grave acidente onde quase perdeu o movimento do pé esquerdo. Sem seguro social, ele se viu doente em um país estrangeiro e uma dívida de quase $40 mil dólares com o sistema de saúde americano, o equivalente a R$ 230 mil reais. Primeiro tombo.

Desistir do sonho e fugir para o Brasil deixando a dívida para traz era um opção, mas não para Lenildo. Reabilitado, ele foi trabalhar na construção civil. Dias e noites de muito, muito trabalho.

A personalidade forte, o jeito esforçado e disponibilidade de estar sempre a postos para o trabalho, chamaram atenção e admiração dos patrões dele. Alguns meses depois foi convidado para ser sócio de um grande empreendimento da firma que trabalhava. Mais uma vez ele arriscou. Sonhou… e dessa vez tinha a família sonhando junto. Os pais fizeram um empréstimo bancário altíssimo, colocando o único bem que possuíam como garantia e enviaram o dinheiro para o filho nos EUA.

A aposta foi feita. Lenildo investiu até o último centavo no projeto. Tudo deu certo? Não ainda. Anos depois, trabalhando muito, ele consegue pagar a dívida com o sistema de saúde americano. Nome limpo, vontade de vencer e mais uns anos de trabalho, vem o segundo tombo: a parceria com os sócios chega ao fim e ele precisa recomeçar, levando apenas um carro, algumas ferramentas e a experiência adquirida.

Recomeço

Depois de sete anos de muito trabalho, luta e muito suor… as coisas começam, enfim, a dar certo. Hoje, Lenildo Lisboa é proprietário de uma construtora com patrimônio e nome consolidado na cidade de Atlanta, estado da Geórgia, nos Estados Unidos, emprega 80 funcionários, dos quais 90% deles, Lenildo faz questão de ser imigrante latino, como ele.

Sempre que pode visita a família em Jacaraú e todas às vezes faz ações sociais. Mas, nenhuma chamou tanto a atenção da população como a última: a doação de 5 mil quilos de peixe e kit com alimentos.

Perguntado pelo Manchete PB, sobre o porquê da ação, o empresário enfatizou: “Eu só estou retribuindo e partilhando com o próximo o bem que Deus fez por mim. Não foi isso que nos ensinou Jesus?”, declarou.

Durante dois dias, com a ajuda dos amigos e familiares, Lenildo Lisboa fez a distribuição de 5 mil quilos de peixe e kit com pão e fubá, em quinze Comunidades na zona rural e cinco bairros na zona urbana. A entrega foi feita casa a casa, seguindo os protocolos de saúde, com higienização das mãos e uso de máscara.

A ação social alcançou quase 2 mil famílias, a maioria em situação de vulnerabilidade. Segundo o jovem empresário, a entrega de alimentos na Semana Santa será realizada todos os anos. “Enquanto Deus me abençoar, estaremos por aqui ajudando”, finalizou.

Veja fotos:

Da redação Manchete PB