De acordo com sindicatos, não houve acordo na proposta de reajuste salarial em curso. (Foto: Cadu Rolim/Fotoarena)

Os sindicatos dos trabalhadores dos Correios decidiram, após assembleia realizada na noite desta segunda-feira, 17, decretar greve por tempo indeterminado em todo o país. De acordo com as entidades, não houve acordo na proposta de reajuste salarial em curso. Eles também se colocam contra a privatização da estatal.

Os trabalhadores também mencionam falta de equipamentos de proteção adequados, álcool em gel e de testes. Eles querem ainda o restabelecimento do atual acordo coletivo, que teria vigência até 2021.

Em nota, os Correios informaram que estão cientes do estado de greve nos estados do Amapá, Bahia, Brasília, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, além de Santos e da região do Vale do Paraíba, em São Paulo.

Do ManchetePB
com Veja