Momento em que caminhonete passa em estrada e animal tenta dar o bote — Foto: Natalia Jacintho/Arquivo Pessoal

Circulou nas redes sociais neste domingo (14) um vídeo que mostrava uma cobra de sete metros dando o bote em uma caminhonete. Nos grupos de WhatsApp, áudios davam conta de que o episódio teria acontecido na zona rural de Araçagi, no Agreste paraibano.

Segundo as mensagens de voz, a cobra teria sido vista na localidade conhecida como Tainha Velha, região em que fica localizada a barragem do município. Ouça:

 

No entanto, o ManchetePB foi em busca da informação e constatou que o vídeo é verídico, porém, não aconteceu em Araçagi. As imagens foram registradas na última sexta-feira (12) em uma propriedade que fica na rodovia BR-163, altura do Km 444, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Assista:

De acordo com o site G1, o pecuarista Eduardo Jacintho, de 38 anos, tinha chamado um funcionário para olhar o pasto e o gado, na propriedade da família, mas, o encontro com a cobra de 7 metros os deixou paralisados na estrada. Após um tempo, a reação do homem foi ligar para a esposa e chamá-la para também ver o animal, de dentro do carro.

“Eu estava trabalhando quando a vi no meio do aterro. Liguei para minha família, que estava na sede e os chamei para irem lá olhar também. Ela tava quieta, parecia que tinha se alimentado há pouco e parou ali na estrada. Fica perto de uma represa e nós achamos que ela mora por aqui, já que á a terceira vez que a vimos em quatro anos. Acho muito difícil ser mais de uma. Ela é enorme, tem cerca de 7 metros”, afirmou.

Receba as principais notícias do ManchetePB.com diariamente no seu WhatsApp. É grátis!

Conforme Eduardo, após cerca de 40 minutos aguardando ela sair do local, o jeito foi tentar seguir a viagem sem machucá-la. “Ela estava muito quietinha, então decidi passar bem devagar. Só que ela tentou dar o bote e foi um susto. Minha esposa estava filmando. Na hora, pensei em dar ré, mas, fui seguindo e ela tento um novo bote. É um animal arisco, perigoso, nossa preocupação é porque os filhos brincam por ali”, comentou.

Atrás da caminhonete, estava a esposa de Eduardo, Natália Jacintho. Ao filmar o animal, durante o susto, ela pede ao marido para tirar o braço, já que ela estava com a janela aberta do veículo e com os braços expostos. No final de tarde, do mesmo dia, quando finalizou o serviço, o pecuarista novamente a encontrou e fez outro vídeo. “É a gigantona que sempre vemos por lá”, finalizou.