A Secretaria de Estado da Saúde (SES) abre oficialmente a programação do Outubro Rosa, campanha de prevenção contra o câncer de mama, nesta sexta-feira (1º), às 09h30, na sede do CEDC, em João Pessoa. A ação ocore por meio da Coordenação Estadual de Saúde da Mulher e do Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC). O slogan escolhido foi “O acesso é o caminho e a chave é a prevenção”!

Durante todo o mês de outubro, o CEDC vai oferecer às mulheres, a partir dos 40 anos, por demanda espontânea, a realização de 100 mamografias de rastreamento, diariamente, das 7h às 19h e ainda terá atendimento às mulheres indígenas para a realização do mesmo exame, em parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI).

O CEDC ainda disponibilizará consultas com mastologista, pela manhã e à tarde, e também serão feitas biópsias dos nódulos mamários suspeitos para câncer, diagnosticados em mamografia e ultrassonografia. Neste caso, basta apresentar o exame e documentos pessoais. Este serviço também será por meio de demanda espontânea. Ainda terá a extensão das ações de rastreamento, realizadas no Outubro Rosa, também para o mês de novembro.

Dentro da programação do Outubro Rosa, a SES recomenda a todos os municípios para participarem das mobilizações, com ações de prevenção e detecção precoce do câncer de mama e colo de útero nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e esclarecimentos sobre o tema.

“É importante a participação dos municípios na luta contra uma doença que o diagnóstico precoce aumenta em 90% as chances de cura e possibilita que a pessoa leve uma vida com qualidade. A mamografia é o principal exame para a detecção precoce e deve ser feita por mulheres sem sintomas, mas que estão numa faixa etária de risco e tenham propensão à doença”, disse a coordenadora estadual de Saúde da Mulher, Fátima Moraes.

De acordo com a programação, serão promovidas também ações de apoio às mulheres que foram diagnosticadas com a doença e também com as que foram curadas.

“O tema requer um apoio especial às mulheres com a doença, por isso será criado o Grupo Superação, de apoio psicológico contínuo. Serão feitas rodas de conversas para que cada uma compartilhe sua dor e celebre a cura e palestras educativas, diariamente, alertando sobre a importância da saúde mamária”, informou a diretora geral do CEDC, Roseane Machado.

CEDC – O Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC) é o serviço de referência estadual para o diagnóstico precoce do câncer de mama e colo uterino, oportunizando às mulheres paraibanas a cura do câncer mamário.

Em um único local, a mulher tem a oportunidade de realizar todos os exames para o diagnóstico precoce do câncer de mama, desde mastologista; mamografia; ultrassonografia; punção de cisto mamário; biópsia de mama, através de procedimento minimamente invasivo e anatomopatológico (exame que vai confirmar ou não se a lesão é positiva para câncer).

“Todo exame de mamografia e/ou ultrassonografia, feito na Paraíba, que resultou em lesão mamária (nodular) suspeita para câncer, tem atendimento prioritário, não necessitando de protocolos regulatórios, porque deve ser imediata a investigação diagnóstica, através do procedimento PAAG – Punção Aspirativa por Agulha Grossa. Essa rapidez no atendimento faz toda a diferença quando se trata de câncer de mama”, explicou.

Do Manchete PB
Com Wscom