Sabemos que Guarabira respira política 24h, nos 365 dias do ano. O que muita gente não percebe é que muitas vezes e esse ar politiqueiro acaba prejudicando muita gente. E em tempos de pandemia, tem sido cada vez pior.

Alguns políticos tem buscado ganhar espaço como os salvadores da pátria, armando uma guerra digital, se degladiando nas redes sociais. Tudo em busca de suditos-seguidores da “maldita” inclusão digital que afeta leigos e sábios.

De um lado, a gestão municipal – apontada como o principal causador do aumento do número de casos na cidade, após a reabertura do comércio. Reabertura essa, realizada após reunião com comerciantes do próprio município, associação comercial e entidades.

Do outro lado, os pré-candidados – se aproveitando da situação e jogando ao vento seus pitacos do que deveria ser feito.

E no meio do tiroteio – está a população, aquela que mais sofre, não nessas horas, mas sempre. E em especial, aquela que tem buscado seu dinheiro na Caixa Econômica Federal, ou no meio da rua, como temos acompanhado nos últimos dias.

Guarabira, em tempos de coronavírus e auxílio emergencial. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Vou deixar aqui a meus “pitacos” também. Mas, para os pré-candidatos, que nas últimas semanas também tem feito o mesmo – só pitacos, e dizem que são a favor da população.

Pitaco nª 1: Para Célio Alves – Secretário, busque junto ao governador João Azevêdo, a abertura da antiga casa da cidadania, alugue algumas cadeiras (já irá ajudar muita gente que trabalha com isso) Se não tiver como alugar, traga das escolas do Estado. Tiraria muita gente da rua, do sol e chuva.

Pitaco nº 2: Para Teotônio – Doutor, professor, advogado ou gestor, como queira ser chamado. Providencie doações de água mineral, alguns banheiros químicos e instale nas proximadades da antiga Casa da Cidadania. O senhor deve ter bons contatos. Faça-os.

Pitaco nº 3: Para Marcus Diogo – prefeito em exercício, organize a higienização da antiga Casa da Cidadania, providencie ventiladores para arrejar o ambiente, distribua lanches, se puder. É possível fazer uma triagem, distribua senhas por dias e organize a lotação máxima do local.

Pré-candidatos, são vocês que tanto criticam a falta de humanidade do prefeito em exercício – Marcus Diogo. Então aproveitem e façam sua parte também.

Fica a dica pra quem diz que o povo não merece passar pelo que está passando. Trabalhem juntos, pelo bem de Guarabira, deixem de ser mesquinhos. É o povo quem está na rua. Vocês tem criticado de dentro de casa.

Para o povo: Abram o olho. Não é só quem está no poder que pode fazer alguma coisa por vocês. Todos podem!

PS: Todos são pitacos deles mesmos!

Dos Bastidores
do ManchetePB