A Prefeitura de Guarabira está convocando artistas e produtores culturais para que se inscrevam no banco de dados digitais lançado pela gestão municipal para mapear os impactos causados pela Covid-19 no setor. O cadastro está disponível através do site da Prefeitura.

De acordo com a Secretaria de Cultura e Turismo, trata-se de um cadastro amplo e atualizado que pretende aproximar artistas e profissionais do setor dentro dos princípios de oportunidade, legalidade, defesa do interesse público, impessoalidade e economicidade, valorizando a formatação da cultura local.

O cadastro pode ser feito tanto por Pessoa Física como Jurídica, voltado para artistas autônomos e também aqueles que representam empresas, associações, cooperativas ou qualquer espaço cultural independente – como ateliês, teatros, escolas de dança, estúdios e territórios de manifestações culturais religiosas, entre outros.

O conjunto de informações nesse banco de dados é uma das peças fundamentais para o desenvolvimento de políticas públicas para Cultura e Turismo neste momento crítico da sociedade. Além da necessidade atual, trata-se de um banco que servirá de base para futuras ações municipais no setor, independente do momento de exceção.

Conforme o secretário Tarcísio Pereira, está em tramitação na Câmara de Vereadores a Lei de Emergência Cultural que pode ser sancionada e regulamentada a qualquer momento e que deverá beneficiar muitos autônomos e profissionais do segmento.