A repórter Bruna Macedo, da CNN Brasil, foi assaltada por um homem durante sua participação ao vivo na Ponte das Bandeiras, na Marginal Tietê, em São Paulo. A jornalista tinha acabado de falar sobre a chuva da madrugada que pegou a população de surpresa quando o criminoso se aproximou com uma faca.

Durante a participação no jornal do canal, Bruna saiu da visão da câmera. Enquanto passava as informações, um homem ficou parado na ponte observando a movimentação da contratada da CNN. Quando ela ficou em frente à câmera para o encerramento da sua participação, o homem se aproximou com a arma e levou dois celulares.

Assista:

Quase 20 minutos após o ocorrido, o apresentador Rafael Colombo explicou ao público que Macedo tinha sofrido um assalto. “Faz mais ou menos 20 minutos que aconteceu, a Bruna Macedo estava entrando no ar, num quadro dividido. Na imagem do meio, a Bruna é vista sendo abordada por um rapaz”, relatou.

O âncora admitiu que a ação pegou todos de surpresa. “Não deu para entender na hora o que estava acontecendo, se era um morador de rua passando. Mas depois do que aconteceu, cortamos a imagem e ela explicou que foi roubada”, disse aos telespectadores.

Após o susto, Bruna foi levada à redação do canal na Av. Paulista. “Ela está bem, já está aqui na redação. Tomou um susto danado, mas está bem, não sofreu nenhum tipo de ferimento. Ela vai prestar queixa na polícia e é vida que segue”, encerrou. Por meio de nota, a emissora informou que Bruna foi liberada e foi para casa.

Do ManchetePB
com RD1