(Foto: Reprodução/Assessoria)

Na manhã desta segunda-feira (27), em entrevista concedida à Rádio Cultura FM, o pré-candidato a prefeito de Guarabira, Teotônio Assunção (PDT), fez uma avaliação do quadro atual da política da cidade, tratou da aliança firmada entre o MDB e o Cidadania e reafirmou sua pré-candidatura a prefeito, desmentindo fake news que se espalhou em redes sociais no fim de semana.

“Eu quero reafirmar a nossa pré-candidatura a prefeito de Guarabira, algo que já foi definido pelo PDT. Uma pré-candidatura que nasceu do anseio do popular, com base sólida e não são pseudos poderosos que vão interferir. Imagine você ter ao seu lado pessoas das extirpe de Damião Feliciano, de Lígia Feliciano, de Marcelo Bandeira e de Mônica Bandeira, pessoas de palavra”, comentou Assunção.

De acordo com Teotônio, apoiadores de seu projeto foram cooptados com a informação de que sua pré-candidatura não vingaria e que não lhe seria dada a legenda para concorrer e demonstrou confiança na vitória.

“Pessoas no fim de semana foram cooptadas com a informação falsa de que eu não seria candidato, que o partido não iria me garantir legenda e estamos aqui mostrando que mentira tem pernas curtas. Nossa pré-candidatura está posta e pelos projetos que temos, por pessoas sérias e transparentes que temos ao nosso lado, em não tenho dúvida que vamos ganhar as eleições”, falou o pré-candidato.

O pré-candidato disse ainda que a população terá a oportunidade de eleger uma pessoa que saiu do anseio popular e que tem recebido o combustível necessário que lhe estimula a seguir em frente e que vai derrotar as oligarquias.

“Esse pessoal faz os acordos escusos, mas esquece de combinar com o povo. É o povo que decide. Às vezes os caciques vão, mas o povo não vai. O povo de Guarabira é inteligente e o que eu recebi de apoios nesse fim de semana foi o combustível para estimular e o nosso projeto de uma vez por todas decolar. Pode ter certeza que a partir de 2021 estarei à frente dessa cidade para transformar, para melhorar a vida das pessoas. Eu vou ser prefeito da cidade e o povo de Guarabira vai derrotar as oligarquias. O povo é soberano. Nós vamos ganhar porque Deus quer e o povo quer”, disse Teotônio.

Teotônio falou que o PDT dará a oportunidade de Guarabira ter um nome diferente na disputa, sem o apoio ou aval das oligarquias que se revezam no poder, um nome que é filho de agricultor, que trabalhou de enxada, que é professor e milita na advocacia.

“O PDT é dirigido por pessoas que têm palavra, que não se vende e não se rende em momentos de dificuldade. Os fracos recuam. Os fortes, os predestinados vão em frente, arregaçam as mangas, buscam forças, juntam os amigos e vão até a vitória. Ninguém tem vitória sem dificuldade, sem sacrifício. O PDT dá a oportunidade para que Guarabira possa no dia de 15 de novembro um nome diferente sem o aval, sem o apoio das oligarquias. O cidadão guarabirense vai ter a oportunidade de eleger um filho de um agricultor, que trabalhou de enxada, que foi professor, que advoga há mais de 20 anos”, contou.

O pré-candidato elevou o tom e criticou o deputado estadual Raniery Paulino (PDT), que entregou a liderança da Oposição semana passada e fez aliança de seu partido com o Cidadania em Guarabira. Teotônio mandou o parlamentar emedebista ter “vergonha na cara”.

“Eu achava que esse rapaz que ganhou de presente um mandato de deputado, que nunca trabalhou na vida, que tem como slogan ‘tem palavra e tem ação’, mas faz três meses que ele assinou o pedido de impeachment para afastar o governador. Aí agora vai e adere ao governo. O que está faltando é vergonha na cara, tenha vergonha na cara, deputado. Agora eu pergunto: se ele não mantém nem o que ele escreve, imagine a palavra”, alfinetou Teotônio.

Teotônio não deixou barato a aliança firmada entre legendas antes antagônicas e considerou que trata-se da “união da vergonha”.

“Essa união aí é a união da vergonha, isso enoja Guarabira. É o abraço dos afogados. O que eu ouvi das pessoas ontem, dos meus amigos no bairro do Nordeste, na feira do Acari, o que eu ouvi de pessoas simples… nós temos história, nós temos passado, temos presente e temos futuro. Se eles tiverem a coragem de me enfrentar, e espero que tenha, porque o povo de Guarabira vai derrotá-los nas urnas, pode ter certeza, eu vou mostrar quem é o passado que enterrou remédios, da quebradeira, quem é o presente que não está resolvendo os problemas de Guarabira e nós, do PDT, que será o futuro que vai resolver. Guarabira sabe disso”, pontuou Teotônio.

Internet de graça
Durante a entrevista, o pré-candidato ainda teve tempo para apresentar uma proposta, em caso de eleição para prefeito de Guarabira. Teotônio anunciou que a partir de 2021 a prefeitura de Guarabira vai garantir acesso gratuito à internet em todas as residências de famílias que tenham filhos matriculados nas escolas municipais.

Do ManchetePB
com Assessoria