70f5f5sxl7_25qzptcvfb_fileMartin Ruddy, 29 anos, matou os próprios pais. O motivo? Estava endividado e precisava de dinheiro. Após arquitetar um plano cruel, movido pela ganância, Martin drogou o pai e a mãe para dar início a um ataque violento que acabou na morte trágica do casal.

Os dois viviam em Elswick, na Inglaterra, e conseguiram ajudar o filho a quitar parte da dívida. Só que não foi o suficiente para ele, que arquitetou um plano maléfico caso não conseguisse tirar mais grana dos pais.

Ruddy foi até a casa dos pais e implorou por mais grana. Após ouvir da boca dos pais que eles não tinham mais como financiar a dúvida, ele apelou para o assassinato, pensando que ficaria impune e, de quebra, com todo o dinheiro da família e agrediu o pai, Eric, de 64 anos, até a morte a tijoladas. Em seguida, atacou a mãe, que foi drogada por ele anteriormente para facilitar o crime. Ela foi estrangulada com fios de televisão.

Para tentar forjar uma cena de assalto, ele cortou o rosto de seu pai com uma faca e, em seguida, se esfaqueou no ombro com uma tesoura.

No dia dos assassinatos, Ruddy alegou que foi fazer compras com sua mãe e voltou pra casa dela. Enquanto assistia TV, alguém bateu e, ao atender, dois homens o agrediram, entraram e mataram seus pais. Ele foi preso.

Do R7